Harmony Itapema Dentistas em Itapema de qualidade clínica odontológica

page-title-bg

Julho Laranja - odontopediatria

Julho Laranja - odontopediatria

Julho é laranja para informar e sensibilizar a população sobre a importância da Ortodontia preventiva, em crianças a partir dos 6 anos. A campanha também ajuda a estimular o desenvolvimento de hábitos saudáveis na criança, como uma higiene bucal adequada, uma alimentação balanceada e nutritiva e boa noite de sono.

O mês de julho foi o escolhido porque é o período em que os brasileiros costumam buscar mais a Ortodontia Infantil, provavelmente devido às férias escolares. Caso você tenha alguma dúvida, aqui na Harmony temos dentistas especializados em ortodontia pediátrica e você pode trazer seu filho para curtir a Harmony Kids, um espaço de consultório totalmente dedicado para os pequenos. 

O Julho Laranja é uma campanha voltada para a conscientização e prevenção do desenvolvimento de problemas de má oclusão dentária (como o mau posicionamento dos dentes nas arcadas dentárias) ou esquelética (desequilíbrio no relacionamento das bases ósseas, maxila e mandíbula) durante a infância. Esse movimento surgiu com a iniciativa de duas ortodontistas, Cibele Albergaria e Patricia Zambonato, para estimular a primeira avaliação ortodôntica em crianças a partir dos seis anos de idade com o objetivo de acompanhar, monitorar o desenvolvimento da oclusão dentária, prevenindo e interceptando más oclusões de forma precoce.

A campanha do Julho Laranja foi idealizada em 2019 e em 2020, a mobilização ganhou um mascote, um pássaro que foi batizado de "JULITO".

A importância da conscientização da saúde bucal infantil:

A infância é a melhor fase da vida para iniciar os cuidados com a saúde bucal. É durante essa época que os dentistas conseguem intervir precocemente para prevenir, corrigir ou atenuar a gravidade de problemas ortodônticos, especialmente se tratando das más oclusões.

Como essa campanha pode contribuir para a saúde bucal de crianças e adolescentes?

O Julho Laranja ajuda a estimular o desenvolvimento de hábitos saudáveis na criança, como uma higiene bucal adequada, alimentação balanceada e nutritiva e uma ingestão regular de água. É muito importante acompanhar a criança no desenvolvimento da dentição para evitar perdas precoces ou a retenção prolongada de dentes decíduos que podem prejudicar a erupção dos dentes permanentes. Sendo assim, podemos dizer que o ortodontista é o responsável pelo desenvolvimento oclusal, esquelético e facial das crianças.

5 cuidados com a higiene bucal que devem ser ensinados durante a infância

1) Levar os filhos para a consulta odontológica desde antes da erupção do primeiro dente decíduo é fundamental para orientar os pais sobre uma boa higiene bucal;

2) Manter uma alimentação equilibrada (evitar dieta cariogênica, que é rica em carboidratos);

3) Incentivar o aleitamento materno por, no mínimo, seis meses estimula o bom desenvolvimento esquelético, muscular e facial.

4) Além das consultas com o dentista, os pais são essenciais para ensinar e incentivar a criança a ter hábitos de higiene;

5) Usar o fio dental desde o surgimento dos primeiros dentes de leite na boca para acostumar a criança e se tornar um hábito.

Como os pais podem estimular a higiene e outros cuidados bucais para as crianças

É fundamental que os pais sejam os maiores exemplos para os filhos. A criança tende a imitar o que vê, junto das pessoas com quem mais convive. A presença dos pais e cuidadores é bastante benéfica para naturalizar um estilo de vida mediante alimentação saudável e higiene adequada.

Além da higiene bucal, também é importante saber selecionar os tipos de alimentos para cada fase contribui: À medida em que a criança desenvolve a capacidade de mastigar, deve-se oferecer alimentos fibrosos (que demandam esforço mastigatório) para estimular o bom desenvolvimento dentário, ósseo e muscular.

Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante sua navegação em nosso site.
Ao continuar, você concorda com a nossa Política de Privacidade.